Produtos

Conheça nossos produtos

Quer ser sócio das empresas mais admiradas do país? Invista em ações. Além de poder ganhar com o crescimento e a distribuição de lucro das empresas, com a Centro Norte Investimentos, você aproveitará o crescimento da Bolsa de Valores brasileira.

Quatro razões para investir

1 – Diversificar seus investimentos

Em vez de colocar todo o seu dinheiro em um único tipo de investimento, use a Bolsa de Valores para diversificar suas aplicações. A diversificação é a forma mais eficiente de minimizar seus riscos, proteger seu patrimônio.

2 – Investir com valores menores

O valor a ser aplicado varia em função do preço das ações que você deseja adquirir. Em geral, a compra é feita por lotes de ações, de 100, 200 ações, e assim por diante. Por exemplo, se você quiser comprar um lote de 100 ações ao custo de 50 reais por ação, pagará 5 mil reais. O investidor pode recorrer ainda ao mercado fracionário, comprando ações fora do lote e de menor valor. Diferente, portanto, de comprar um imóvel, você não precisa de muito dinheiro para investir em ações. O mercado de ações está ao alcance de qualquer investidor.

3 – Ser sócio de grandes empresas

Investir em ações é a forma mais fácil e prática de se tornar sócio de grandes empresas. Ações são frações da empresa e quem compra se torna sócio dela. Dessa forma, caso a empresa cresça e tenha lucros, suas ações tendem a se valorizar e você poderá, inclusive, receber dividendos. Invista em ações e se torne sócio das empresas que você mais admira.

4 – Garantir maior liquidez

A liquidez é uma característica fundamental a ser considerada em uma decisão de investimento. As ações, de uma forma geral, são ativos com alta liquidez, ou seja, mais fáceis de serem vendidos e transformados em dinheiro, diferente dos imóveis. Um investimento líquido é considerado mais conveniente ao investidor já que permite o acesso ao capital investido de maneira muito mais rápida. Tornar-se sócio de um banco ou de uma mineradora e, no dia seguinte, poder vender a sua participação na companhia, é uma das vantagens de investir em ações.

É importante saber que o mercado de ações tem um nível de risco maior que as aplicações mais populares e tradicionais de renda fixa.

A Centro Norte Investimentos faz a conexão entre o mercado e o campo para você. Entenda de maneira simples e objetiva os princípios básicos sobre o Mercado Futuro e entre de vez para o mundo das commodities.

Mercado Futuro

Mercado como outro qualquer que conta com a presença de vendedores e compradores influenciados pela oferta e demanda dos ativos negociados. A diferença é que, ao invés de ativos à vista, são negociados contratos para liquidação em uma data futura específica, previamente autorizada. Espera-se que o preço do contrato futuro de um determinado ativo seja equivalente ao preço à vista, acrescido de uma fração correspondente à expectativa de taxas de juros entre o momento da negociação (presente) e a respectiva data de liquidação deste contrato no futuro.

Quais contratos você pode operar:

– Boi gordo
– Café
– Soja
– Milho
– Etanol
– Petróleo
– Ouro
– Dólar
– Índice

Margem de garantia

É um dos instrumentos de salvaguarda financeira utilizado pelo mercado futuro. Trata-se de depósito (em dinheiro ou em ativos aceitos pela Bolsa) exigido de todos os clientes para abrir suas posições. No entanto, para entrar na compra ou na venda de um contrato futuro, você não precisa do valor total desse contrato, mas somente de uma margem depositada na conta. Por isso os contratos futuros podem ser tão alavancados. Exemplo: suponhamos o preço da saca de café a US$200,00. O contrato é de 100 sacas de café. Isso significa que o valor do contrato é US$ 20.000,00. Se a cotação do dólar está em R$ 2,00(exemplo), esse contrato vale R$ 40.000,00 (20.000 x 2,00). Porém, para comprar esse contrato, você não precisa ter os R$ 40.000,00. Precisa apenas da margem, que, no caso do contrato de café, gira ao redor de 7% (R$ 2.800,00/neste caso) do valor do contrato, sujeita a alterações pela Bolsa. Resumindo, com apenas R$ 2.800,00 de margem, é possível comprar ou vender algo que vale R$40.000,00 no Mercado Futuro. Assim que a posição é zerada, a margem de garantia é devolvida, então não há um gasto financeiro com margens. Além de dinheiro, são aceitos como margens: títulos públicos, ações, ouro, CDB e outros.

Ajuste de posição

Mecanismo por meio do qual as posições mantidas pelos clientes, nos mercados futuros, são acertadas financeiramente todos os dias, conforme apresentem ganho ou perda em relação ao preço de ajuste do dia anterior. As posições em aberto ao final de cada pregão serão ajustadas com base no preço de ajuste do dia, determinado segundo regras estabelecidas pela Bolsa, com movimentação financeira no dia útil subsequente. O ajuste diário das posições em aberto será realizado até o dia da liquidação do contrato.

É um tipo de aplicação financeira que reúne recursos de um conjunto de investidores (cotistas), possibilitando investir em uma variada cesta de ativos, em diferentes mercados, que pode englobar Títulos de Renda Fixa, Títulos Públicos, Títulos Cambiais, Derivativos, Commodities, Ações, entre outros. Quanto mais diversificado for o fundo, menor é o risco.

O total do recurso aplicado no Fundo de Investimento é convertido em cotas. O número de cotas que cada cotista possui é proporcional ao valor total de seus investimentos. O valor da cota é atualizado diariamente e o cálculo do saldo do cotista é feito multiplicando o número de cotas adquiridas pelo valor da cota no dia.

Ao investir em fundos, você não precisa se preocupar em acompanhar a movimentação do mercado, pois essa função é do gestor do fundo. Ele é o responsável por selecionar cada produto, sempre respeitando a estratégia e a política de risco.

É o investimento realizado em títulos públicos e privados de renda fixa. Esse investimento pode ser direto, pela compra desses títulos, ou indireto, por meio de fundos de investimento. Quando você compra um título de renda fixa, empresta dinheiro ao emissor do papel, que pode ser um banco, uma empresa ou o governo. Em troca, recebe juros até a data de vencimento desse título, quando ocorre o resgate. Esses juros são a remuneração que você recebe por emprestar seu dinheiro.

Na renda fixa você escolhe quanto vai investir, em quanto tempo vai retirar o dinheiro e qual retorno esperado. Você pode acordar a remuneração no momento da aplicação ou acompanhar as oscilações das taxas de juros e esperar o vencimento do título. Se você quer investir seu dinheiro, mas não gosta de correr muitos riscos, renda fixa é o produto ideal para você.